PARTE DE MIM....

PARTE DE MIM....
(Reprodução proibida sem autorização do autor. Todos os direitos reservados.)

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

FAZ DE CONTA

(imagem retirada da net)


Faz de conta

amanhece na cidade
as luzes aos poucos
vão dando lugar a uma claridade
por entre amontoados de cimento
clareando aqui e ali
num faz de conta sem fim...

faz de conta

que tocas o sol
que a melancolia do dia
se foi embora
quando as luzes se apagaram

faz de conta

que o mundo é “UNO”
que a fome não existe
quando o estômago fala
estrangula-se a sua voz
num apertar de cinto atroz

faz de conta

que todos têm pão
que o mundo não é ilusão

faz de conta

ignorando a miséria
desfilando dentro da imperfeição
onde os rostos esfomeados
se escondem por alguma razão

faz de conta....faz de conta!

Que não existe tristeza
a dor se transformou em esperteza
a solidão apodreceu
dando lugar à ilusão
e num degustar perfeito
sente-se o amargo
de tanta gente

faz de conta

quando passas na rua
e alguém te estende a mão
por ventura também é ilusão
e enquanto os prantos dos meninos
se fazem ouvir....
….faz de conta....
que não são lágrimas
são sorrisos escarpados
mistérios que o mundo tem
que um País não vê
escondendo a miséria
num livro sem folhas
onde se escreve sem linhas
num imaginário de enganos
onde tantas vezes se confunde
o sonho e a realidade!

….faz de conta....
by me ANA

1 comentário:

intimidades disse...

Na verdade Bárbara , anda por ai muita gente que anda a fazer de faz de conta, como se este faz de conta, que tu contas, não existisse nas suas contas. Mas um dia quem sabe, se neste faz de conta, também nós entramos na conta… O importante é não assobiar para o lado…
1Bj enorme em ti e tem uma noite sem ser de faz de conta ;O)