PARTE DE MIM....

PARTE DE MIM....
(Reprodução proibida sem autorização do autor. Todos os direitos reservados.)

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

...deixo-a entrar dentro de mim


deixo-a entrar dentro de mim


Sufoco dentro dos dias,

os mesmos que me permitem viver

quando espreito pela manhã

o seu nascer....


visto a pele que me suporta

e num desenrolar de sentimentos

transponho aquela porta....


entro dentro de outro mundo,

cinzento, com cheiro a ranço

nele....o meu peito aperta

e de tanto apertar também me canso,


eu tento...tento todos os dias

sorrir...

olhar com olhos de gente

toda aquela gente que me olha

e nesse olhar nem me sente,


eu tento....gostar dos seus sorrisos

quando os amargos de boca

se soltam...

e...

quase me devoram o sabor

deixando-me o olhar incolor,


sufoco dentro desse casulo

a que uns chamam vida

correria do dia a dia,


e neste sufocar

todos os dias mais um pouco

vou ficando sem par


olho aqui e ali,

esfrego a razão,

arranco quase a ferros

esta dor que me atormenta,


mas de nada serve

de nada adianta

se o dia exige a minha presença,


mordisco de vez enquanto o pecado,

de soslaio deixo cair o pensamento

embriagando-me na ilusão

para ultrapassar este tormento,


mas....por mais de uma vez

penso....e ….repenso


eu ali não pertenço!


Então, empresto o corpo

deixo a presença tomar forma,

transponho os meus pensamentos

visto a memória

e rezo....

para que o dia termine

e a noite me beije,

aí...sim!

deixo-a entrar dentro de mim,

entrego-me até nos fundirmos

e ao som daquele saxo

sem fingimentos

ou retrações

vivemos por fim as nossas verdadeiras

emoções....


by me ANA

2011/08/18

2 comentários:

intimidades disse...

A vida exige-nos muito, por vezes demais… porque dela também lhe exigimos muito, e depois tem alturas que fica um sabor amargo.. E é no reinventar da própria vida longe de tudo mas muito perto de nós, que a viajem fás sentido, nas notas de uma música que nos leva onde sempre pertencemos, ela se faz o fio condutor
Sublime alma que assim sente…
1Bj…

BARBARA disse...

Nós e a vida somos parceiros e viajantes, inseparáveis, existem alturas que quase desistimos da parceria, ela continua lá, mas por ironia do destino deixamos de a ver, sentir e apreciar, mas ela...continua lá, dá-nos uma e outra oportunidade até um dia, quando esse chega poderemos ou não fazer uma retrospectiva e por todas as razões haveremos de pensar que valeu sempre a pena dentro dela termos estado....sem mágoas, ressentimentos, foi uma passagem para a outra margem..apenas e tão só! BJ a ti que me lês